Olá, visitante! Login ou Cadastro |

Donato C. Reis

Autor

Donato C. Reis

Compartilhar:  


Em os Sertões, no capítulo “Quarta Expedição”, Euclides da Cunha faz referência a um sertanejo chamado Tomás Vilanova, dono de uma fazenda chamada “Sítio”, por onde passaram as tropas do governo a caminho de Canudos. Este senhor, Tomás Vilanova, era meu bisavô.
E foi nessa fazenda, ou “Sítio” (ou Sítio do Tomás), que passou a ser conhecida depois como município de Cumbe, hoje Euclides da Cunha, estado da Bahia, que nasci aos sete de agosto de mil novecentos e quarenta e dois.
Ainda na infância, acompanhando meus pais e meus irmãos, vivi durante três anos numa outra fazenda distante aproximadamente três mil quilômetros do “Sítio”. Desta vez na Fazenda Santa Ângela, município de Pereira Barreto, estado de São Paulo.
Na minha adolescência e atrasado nos estudos, vivi um pouco em Muritiba, um pouco em Cachoeira e um pouco em Castro Alves, todas cidades baianas. Foi nesta última, Castro Alves, onde permaneci mais tempo e onde conclui o ginásio e servi o Exército, no tiro-de-guerra.
Em 1962, mudei para a cidade de São Paulo, onde fiz o curso de Química Industrial no Liceu Eduardo Prado. Depois fiz bacharelado e licenciatura em Física no Mackenzie. E, por fim, Administração de Empresas na Fundação Getúlio Vargas.

Livros deste Autor

As duas vidas de Carmen

As duas vidas de Carmen

VER MAIS

Newsletter

Quer ficar por dentro de nossas novidades? Assine nossa newsletter.

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!