Olá, visitante! Login ou Cadastro |

Rogério de Souza Santos

Autor

Rogério de Souza Santos é autor da obra "O Lado Esquerdo do Dia"

Rogério de Souza Santos

Compartilhar:  


Mineiro de Teófilo Otoni/MG, radicado capixaba desde os 16 anos, quando mudou-se para Vitória/ES, tem por ofício o comércio exterior e logística.

Já fez teatro comunitário, escreveu para pequenos jornais, colunista sobre música popular brasileira para revista digital “abrelatas”, de Curitiba. Produziu podcast na web por quase três anos sobre cultura brasileira, com música, cinema, teatro e literatura.

Costuma auto denominar-se "uma grande farsa", um atrevido que se mete em tudo e não sabe nada.

Que não escreve poesia, somente anti-poemas. Inspirado em Manuel de Barros, Augusto dos Anjos, Vicente Cecim e poesia marginal dos anos 70.

Lhe dedicaram a alcunha de poeta. Mas acha que está longe dessa fama tão elevada. Sempre se antepôs à estas subjetividades que caminham em direção ao belo. Ele sempre quis estar mais perto do banheiro de um bordel em fim de noite e ao teu mal cheiro do que de um jardim florido.

Passou boa parte de sua vida olhando a escrita pelo buraco da fechadura, como um voyeur. A poesia marginal e a tua libertária proximidade com as coisas que ninguém se dedica a olhar, por medo ou por achar que é pecado. Escreve como um pretexto para provocar, chocar pela palavra e ir fundo ao poço, ao confim que os “homens de bem”, os puritanos não ousariam pisar. Escreve como um diário de bordo, como um desgarrado, um extraviado da retidão da linha, do que é “direito”. Ele é “qualquer coisa longe do que seja exato, de fato que seja incerto de tudo que não tolera ser”.

Livros deste Autor

O Lado Esquerdo do Dia

O Lado Esquerdo do Dia

VER MAIS

Newsletter

Quer ficar por dentro de nossas novidades? Assine nossa newsletter.

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!