Olá, visitante! Login ou Cadastro |

Escrever bem, eu posso sim

Desvendando a prática textual

- Alan Lima (ver perfil)

Uma linguagem leve, de fácil comunicação, buscando exemplificar o conteúdo através de aspectos comuns ao cotidiano.


Compartilhar:  

Descrição do Livro

Será que a Língua Portuguesa é mesmo tão difícil de assimilar e aprender? Bem, tomando a liberdade de usar uma resposta prática e usual para tantas outras perguntas já feitas por mim e por outros, poderia dizer: depende.
Especificamente tratando de minha parte, posso afirmar que “depende” da abordagem, da metodologia, de como a matéria (língua) é encarada por seus usuários, quais separações fazer entre ambientes formais e informais, e, sobretudo, quais efeitos ela provoca nas pessoas que a praticam.
Considero o último exemplo um dos mais sérios dentro do processo de aprendizagem. Afinal, cada um sabe aquilo que busca para si. Dessa forma, entendo que, dentro do âmbito da linguagem, não poderia ser diferente. Um bom exemplo a ser citado, apenas para efeito de comparação, é o ciclo da aprendizagem musical. Dentro deste processo evolutivo, há aqueles que se encantam com a música, tornam-se ouvintes e então decidem aprender a tocar um instrumento (a grande maioria, opta, primeiramente, por instrumentos mais populares, como o violão) para animar as rodinhas de amigos e festas familiares.
Por outro lado existem aqueles que, se encantam, não apenas pela arte primária de tocar, mas se esforçam de tal forma que a música deixa de ser entretenimento e passa então a ocupar o posto de matéria didática. Como resultado desse esforço, o estudo musical evolui, preenchendo oito a dez (em alguns casos, até mais) horas por dia do cotidiano do indivíduo, de forma que, ao chegar nesse nível, este deixa de ser apenas um instrumentista “comum” para alcançar o nível de um virtuoso.
Talvez a alusão pareça confusa na visão de alguns, mas o objetivo é enfatizar que a vivacidade da língua nos permite pensar em questões do tipo: como cada pessoa encara a língua e os aspectos linguísticos, qual a melhor forma de utilizá-los, ou ainda, de que maneira podem ser aplicados no dia a dia de cada um.
Pensando em todas essas possibilidades resolvi desenvolver um método que considero claro e objetivo dentro do tema “Prática Textual”. A ideia centraliza-se na perspectiva de encarar a matéria como algo usual, funcional, procurando atender, desde os aspirantes ao vestibular (ávidos pela nota máxima nos exames de Redação), quem sabe, produtores de conteúdo (considerando que destes, nem todos utilizam a escrita como profissão), blogers, etc., ou ainda os que realmente vão usufruir da linguagem escrita como instrumento de trabalho, buscando encarar o sonho de se tornar escritor, redator, etc.
A todos estes dedico um trabalho elaborado com muito carinho, procurando trazer exemplos diversos. Situações extraídas de tudo aquilo que vivemos entre o antes e o agora. Desde a famosa frase de efeito do nosso desenho animado favorito até o trecho de música que abalou o romance de muitos. Dessa forma, procurando criar uma visão sobre a prática da linguagem escrita, de maneira que seja vista e encarada como algo associado a tudo que o indivíduo vivencia em toda sua peregrinação como aluno, aprendiz, ser social e falante da língua.

Ficha Técnica

ISBN 9788530001131
Páginas 74
Edição número 1
Edição ano 2018

Newsletter

Quer ficar por dentro de nossas novidades? Assine nossa newsletter.

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!