Olá, visitante! Login ou Cadastro |

Paradoxos da condição humana

Grandeza e miséria como paradoxo fundamental em Blaise Pascal

- Arlindo Nascimento Rocha (ver perfil)

Blaise Pascal (1623-1662), em muitos aspetos pode ser considerado um dos homens mais representativo do gênio da nossa ‘raça’...

IMPRESSO E-BOOK


Compartilhar:  

Descrição do Livro

Blaise Pascal (1623-1662), em muitos aspetos pode ser considerado um dos homens mais representativo do gênio da nossa ‘raça’, pois, mesmo após vários séculos do seu desaparecimento físico, suas ideias continuam vivas e influenciando o percurso de quem as descobre através dos seus famosos aforismos. Comparando-o com os grandes pensadores, pode-se até afirmar que, o que Platão é para Grécia, Dante para Itália, Cervantes ou Santa Teresa para a Espanha, Shakespeare para Grã-Bretanha, Pascal é para a França. Como cientista, filósofo e teólogo, na fina ironia, na sátira mordaz, na exposição cerrada, na lógica do espírito e do fato, enfim, na mais íntima e mais pura espiritualidade, se teve iguais. Pascal não teve mestres, mas ninguém reuniu em si tantas qualidades diversas. Ele concentra em seu ‘gênio’ todos os dons que nos caracterizam e constituem nosso próprio gênio’’: o espírito de geometria e o espírito de fineza, a dialética e o coração, o sentido do positivo e a fé no ideal, submissão aos fatos, mas, para superá-los sempre os aprofundando e para só repousar no infinito, porque só o infinito é capaz de dar a quem o busca, quem nele crê e o ama, a razão daquilo que é, a chave do enigma e o remédio para as nossas misérias, na alegria e na paz divinas.

Ficha Técnica

E-ISBN 9788530001391
Páginas 400
Edição número 1
Edição ano 2019

Newsletter

Quer ficar por dentro de nossas novidades? Assine nossa newsletter.

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!