Memórias e Ficções - Editora Viseu
Olá, visitante! Login ou Cadastro |

Memórias e Ficções

- José Nunes (ver perfil)

Memórias e Ficções marca uma nova etapa da atuação literária do jornalista, poeta, cronista e historiadorJosé Nunes.

Adquira em outras lojas

Compartilhar:  

Descrição do Livro

Este Memórias e Ficções marca uma nova etapa da atuação literária do jornalista, poeta, cronista e historiadorJosé Nunes, que se lerá com interesse por se tratar do testemunho e de suas impressões sobre literatura, artes e a vida cultural do País e, também, da Paraíba, onde reside o autor. Outros temas também são abordados, numa linguagem que eleva a qualidade da escrita ao status da arte.
No decorrer de quatro décadas de atuação na Imprensa testemunhou e guardou fatos acerca do que participava, escutava e observava, muitas vezes sendo protagonista, aqui reunidos, como merecedores de considerações, resultando num repositório de pequenos comentários, perfis e estudos que ajudam na compreensão das transformações culturais e sociais.
Esses textos trazem a marca pessoal de um cronista consagrado em seu Estado que se destaca pelo modo de abordagem dos temas, num estilo refinado e de concisão das palavras, rico em lirismo.
Escritor apegado à paisagem rural, José Nunes pratica literatura densa, captando os dramas do homem, que os descreve de forma emocionante, incorporando ao texto a linguagem da terra.
Quando apresenta a paisagem de sua terra, o faz numa abordagem que toca a alma porque fala da vivência e os enigmas humanos.
Também aborda a vida diária familiar e profissional, o relacionamento entre as pessoas e os livros. Escreve com saudade sem se afastar de sua terra.
Memória e Ficções é um livro que ajuda a conhecer um pedaço do deste País.
Neste livro, escrito em forma de diário, sem a sequência de datas, ele usou uma urupema para selecionar os textos, por sinal, bem elaborados, escritos com clareza e fluência, para falar de sua vida e dos amigos, das leituras, da família, das emoções que mereciam registro num esforço para ser exato.
Não demonstra, mas escreveu no limite de sua condição humana, de forma magistral, tentando retratar uma realidade particular, sem excesso de linguagem. Deu liberdade ao pensamento dentro de adequadas consciências que levarão as pessoas a refletir sobre o que aborda.
Depois de trilhar pela poesia, pela crônica e pelo conto, escrevendo diário, consolidou a harmonia do texto e o equilíbrio da arte de escrever.
Ele justifica que sempre gostou deste gênero literário, dele fazendo uso desde os primeiros anos quando começou a trabalhar na Imprensa, a partir dos anos oitenta do século passado. “É um registro do tempo que se vive. A construção de um painel do cotidiano pessoal e dos arredores”, disse.

Ficha Técnica

ISBN 9788554541934
E-ISBN 9788554541941
Páginas 104
Edição número 1
Edição ano 2018

Newsletter

Quer ficar por dentro de nossas novidades? Assine nossa newsletter.

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!